Subscribe:

Devaneios...


O vento sopra calmo lá fora
Mal se percebe nas folhas das árvores balançando suavemente.
Uma folha se desprende e cai
A lua aparece calmamente detrás de uma nuvem
Um cachorro ao longe procura uiva chamando a atenção
Um passarinho sonha solitário em seu ninho
O mistério da escuridão da noite toma conta.

Um jovem lá dentro admira tudo isso
Olha o horizonte e vê apenas uma linha escura
Olha o longe e vê um rosto que tanto quer perto
Olha o céu e ouve o cachorro
Sente-se solitário como o passarinho

Mas a noite toma conta
A noite misteriosa
E dos olhos uma lágrima escorre
Para nos lábios que sentem o gosto amargo da saudade.

Aos poucos o cansaço também o domina
E deita-se o pobre jovem
Espera que amanhã seja outro dia
Espera que amanhã seja outro dia.